Isabela Capeto faz releitura do Peru

Ex-estilista das marcas Maria Bonita e Lenny, Isabela Capeto lançou-se por definitivo no mundo da moda a partir de 2003, data de criação da sua prória grife. Desde então ela tem se despontado como uma das estilistas tupiniquinns mais promissoras da nova geração. Ela e a artista plástica Gabriela Machado, sua parceira na direção artística do desfile, totalmente baseado em trajes peruanos, falam das referencias artísticas das pinturas e esculturas nesse trabalho.

Erika Ikezili :: Moda espiritualizada

A estilista Erika Ikezili usou como referências os provérbios de Salomão e os problemas ambientais para criar sua coleção engajada de inverno. Em entrevista a Olavo Oliveira, ela fala sobre os significados que cada adereço evoca.

Elisa Joenck e Carol Christoffoli :: Modelos de hoje e de amanhã

O SPFW é um evento que lança muitas modelos para o mercado da moda. Um exemplo é Carol Christoffoli de apenas 13 anos, a mais jovem a desfilar nas passarelas da Bienal. Já Eliza Joenck começou um pouco mais tarde, aos 16, e meio por acaso. Hoje, aos 22, faz desfiles e campanhas grandes como a da Valisére, onde está em um outdoor gigante na avenida Faria Lima em São Paulo. Em momentos distintos de suas carreiras, elas falam a Olavo Oliveira sobre quais ambições têm na carreira.

Samuel Cirnansck :: Um desfile teatral

Há apenas um ano participando do SPFW, Samuel Cirnansck é um dos estilistas mais criativos da nova geração. Influenciado pelo teatro e pela noite, ele trouxe à passarela da Bienal um baile de máscaras. Ele fala mais sobre esse trabalho em um bate-papo com Thereza Martins.

Eugenia K :: Top russa aterrisa na SPFW

Direto da Rússia para o prédio Bienal, no Ibirapuera, a top model russa Eugenia K, veio ao Brasil filmar um documentário e acabou sendo convidada para fazer 15 desfiles na 10a. edição do SPFW. Em entrevista em inglês a Olavo Oliveira, Eugenia fala sobre a atual valorização das tops russas no mundo da moda e como tem aproveitado o verão brasileiro nos intervalos dos compromissos profissionais.

Lorenzo Merlino :: Inspirado pela paulicéia

Exibindo uma coleção de inverno inspirada na vida cinzenta na megalópole, o desfile de Lorenzo Merlino foi recheado de new faces vestindo blusas de cetim e calças sequinhas em tons monocromáticos. Em entrevista a Thereza Martins, Merlino fala por que optou por essa estética em suas roupas.

Tratamento real no Lounge Glamurama

Quem passa pelo lounge Glamurama no SPFW não pode reclamar do tratamento. Além de bebidas for free, os visitantes podem saborear deliciosos quitutes preparados pela equipe da chef Adriana Cymes, do bufet Arroz de Festa. De cuscuz e pastéis a brigadeiros e pavês requintados, quem experimenta nunca pára no primeiro. De quebra, o visitante pode marcar uma massagem com a equipe da Overstress do fisioterapeuta Luiz Gomes, para sair daqui relaxado e pronto prá outra. A Adriana e o Luiz contaram para Olavo Oliveira por que tanta gente não quer sair do lounge.

Raia de Goeye :: Sensual e requintada

As roupas que as mulheres sensuais e de bom gosto vão usar no próximo inverno puderam ser vistas no desfile da grife Raia de Goeye. As estilistas Paula Raia e Fernanda de Goeye têm um estilo próprio e que agrada em cheio as estrelas. Várias delas estavam na platéia vestindo a marca, como a apresentadora da MTV Marina Person e a atriz e modelo Angelita Feijó, que dizem o que acharam do desfile.

Reinaldo Lourenço :: Moda em família

Inspirada no Molulin Rouge e no cinema noir francês, a coleção de inverno de Reinaldo Lourenço agradou as mulheres de bom gosto. Seguindo a tradição da família, Pedro Lourenço, filho de Reinaldo e de Glória Coelho, também fez um desfile muito elogiado pela platéia e pelo pai nessa entrevista a Olavo Oliveira.

Doris Bicudo :: Quarto dia de muita qualidade

As marcas que desfilaram sábado na SPFW agradaram, e muito, a editora de moda do Glamurama Doris Bicudo. Ela faz uma análise do dia, que reuniu desfiles como Fause Haten (feminino), Alexandre Hertchcovitch (masculino), Huis Clos, Ronaldo Fraga, Osklen e o jovem Pedro Lourenço, de apenas 15 anos, que para Doris já faz uma moda de gente grande.