Traição, relações amorosas e preconceitos

19/06/2007 17:08 em Pod Entrar

podentrar_17.jpgCecília Russo, Daniela De Luca, Fátima Zagari, Maria Laura Nicotero e Monica Panelli são as estrelas do Pod Entrar. Nesse programa, sob o comando do publicitário Walter Longo, as relações amorosas, a traição e os projetos pessoais e profissionais são os principais temas do bate-papo. Além das cinco grandes executivas, essa edição do Pod Entrar conta com a participação especial de Viviane Ventura, da Young & Rubicam. Confira!

Clique para ouvir:



icon for podpress  Podcast [27:18m]: Play Now | Play in Popup | Download
Você pode deixar um comentário, ou um trackback de seu site.
Assine o feed dos comentários (RSS 2.0)

7 comentários sobre "Traição, relações amorosas e preconceitos"

  1. Everaldo diz:

    26/06/2007 16:04

    GOSTARIA DE EXPRESSAR A MINHA PROFUNDA INSATISFAÇÃO E ESTADO DE CHOQUE DEPOIS DE OUVIR O ÚLTIMO PODCAST.
    INFELIZMENTE TIVE A NÍTIDA IMPRESSÃO DE QUE NÃO SE TRATAVA DE .UM PODCAST SOBRE MULHERES BEM-SUCECIDAS, DE PESSOAS COM A MENTE ABERTA E MADURA, ENFIM, SEMPRE TIVE A IMPRESSÃO DE QUE ESTE ERA SIM UM VERDADEIRO PODCAST. MAS ME ENGANEI.
    NO ÚLTIMO EPISÓDIO, DE NÚMERO 17, FIQUEI PROFUNDAMENTE CHOCADO COM A ATUAÇÃO DE VOCÊS AO ABORDAREM A HOMOSSEXUALIDADE DE FORMA TÃO DESRESPEITOSA E TÃO PRECONCEITUALISTA, EM SE TRATANDO DE UM MEIO DE COMUNICAÇÃO NOVO, MAS ABERTO AO MUNDO, COMO É O CASO DA INTERNET.

    É O PENA QUE VOCÊS VEJAM AS PARADAS GAYS E AS MANIFESTAÇÕES DE ORGULHO GAY DE FORMA TÃO RIDÍCULA. SÃO MANIFESTAÇÕES QUE VISAM MOSTRAR OS HOMOSSEXUAIS AO MUNDO E QUE VISAM ABRIR A MENTE DAS PESSOAS E TIRAR DA CABEÇA DELAS ESTEREÓTIPOS RIDÍCULOS. O ORGULHO GAY (algo que tenho e não tenho vergonha nem medo) FAZ PARTE DA VIDA DAQUELES QUE NÃO TÊM MEDO DE SEREM O QUE SÃO.
    É UMA PENA EU NÃO PODER OUVIR MAIS ESTE PODCAST, POIS ME SENTI REALMENTE HUMILHADO COMO GAY AO OUVIR AQUILO. GOSTARIA MUITO QUE ISSO FICASSE CLARO. SEI QUE A ATITUDE QUE TOMO NÃO VAI ATINGIR NINGUÉM DE FORMA DIRETA, MAS A MINHA INSATISFAÇÃO COM O TREMENDO ERRO QUE VOCÊS COMETERAM ME FEZ PENSAR QUE NÃO PRECISO DESSE TIPO DE CONTEÚDO PARA OS MOMENTOS EM QUE VOU DE CARRO PARA O MEU TRABALHO, E ONDE SOU EXECUTIVO, E ONDE SOU ASSUMIDO E INDICAVA COM TANTA VONTADE O TRABALHO/ENTRETENIMENTO/DEBATE/ASSUNTOS INTERESSANTES DE VOCÊS.

    BOA TARDE…
    EVERALDO SANTOS SILVA

  2. joana diz:

    16/07/2007 12:29

    constrangedor. lamentável. deplorável. nunca senti meu tempo tão desperdiçado e meu ouvido nunca havia experimentado tão enormemente a sensação de ser um penico.
    a estas senhoras absolutamente anônimas e dignas de pena, fica apenas um pedido: por favor, tranquem-se em alphavela e de lá não saiam nunca mais!

  3. Marlon P. Maciel diz:

    01/08/2007 16:06

    Legal o podcast. Parabéns.

    Eu acho que vocês estão todos doentes.

    E foi engraçado vocês falando sobre o tempo como se não pudessem controlá-lo. “Gostaria…”, “Se eu pudesse…”.

    Um abraço.

  4. gustavo diz:

    22/08/2007 12:19

    Foi o primeiro podcast que eu ouvi de vocês. E o último. Extremamente preconceituoso, mesquinho, fofoqueiro e superficial.

  5. clarisse diz:

    07/09/2007 8:56

    poxa, gurias. poxa walter. este espaço poderia ser tão legal. pena serem vcs, tão tristes figuras a preenchê-lo. tão alienadinhos, tão ingênuos, tão fora do mundo.
    saibam que para os seres humanos ainda capazes de cultivar a ilusão de serem DONOS do outro, pouca diferença faz com quem o marido ou mulher é flagrado na cama. a sensação de perda é a mesma, seja com alguém do mesmo sexo ou do sexo oposto. até pq, no caso de ser alguém do mesmo sexo, a descoberta pode ter sido feita naquele mesmo momento; o que joga no lixo o sentimento descrito pelas mulheres daí (as famosas quem mesmo????), da descoberta da traição ser ao mesmo tempo da descoberta da eventual “homossexualidade” do marido.
    walter e meninas, meninas, meninas… pessoas que encaram a vida como vcs não estão JAMAIS livres de terem de lidar com um filho, uma filha, sobrinha, sobrinho, irmã, irmão, e até mesmo mães, pais e sogros que, de repente, se apaixonam por alguém do mesmo sexo.
    reciclem, além de seus lixinhos, um pouquinho de suas mentes!! acordem para a vida, pq não é bom para ninguém fazer igual avestruz, e enfiar a cabeça dentro da areia!!
    vcs não leêm jornal? não veêm tv? revistas? qualquer coisa… saiam de alfavile e vejam a vida acontecer, queridinhos!! senão, não sobrarão sequer dinheirinhos para vcs!!

  6. Fernanda diz:

    13/09/2007 13:08

    Olá meninas!

    eu adoooro ouvir os podcasts… acho muito verdadeiro tudo o que vocês relatam aqui neste espaço…

    não liguem para as críticas, isso faz parte mesmo…

    enquanto alguns criticam, existem os que elogiam…rs

    Sucesso e quero muito mais podcasts!!!

    Beijo a todas!

  7. Joao Vicente Palomino diz:

    02/10/2007 3:19

    Putz, que bom que desistiram de fazer este podcast. Era muito, muito triste. Terrível, para ser educado. Fico feliz que tenham se tocado.

Deixe seu comentário