Ampliação de consciência e espiritualidade

Últimos 10 artigos publicados

Câncer de colo uterino: fatores e prevenção
Categorizado em Pod Ter Saúde

Segundo especialistas em Oncologia, a falta de informação sobre a importância de exames preventivos, como o Papanicolau, é um dos principais fatores de atraso no diagnóstico do câncer de colo uterino, tornando a doença mais difícil de ser tratada. Além do desconhecimento, a ausência de sintomas é um dos fatores complicadores da doença como atesta a médica oncologista do Hospital Paulistano (SP), a Dra. Mariana Laloni. No Pod Ter Saúde, a especialista, que atua também no Centro Paulista de Oncologia, fala sobre os fatores de risco do câncer de colo uterino, sua relação com as DSTs (doenças sexualmente transmissíveis) e a prevenção deste tipo de câncer.

A importância dos exames médicos regulares
Categorizado em Pod Ter Saúde

Dra. Priscila Ferreira SilvaMenos da metade da população brasileira faz exames médicos anuais e cerca de 35% da população do país nunca sequer se submeteram a essas baterias de exames para controle da saúde. Estes dados integram uma pesquisa relizada pelo Instituto Ipsos que revela ainda mais: apenas um em cada grupo de dez brasileiros cuida adequadamente da saúde. Para falar sobre a importância de exames médicos regulares, o Pod Ter Saúde entrevista a Dra. Priscila Ferreira da Silva, do Total Care (SP). A médica cardiologista comenta quais exames devem ser feitos com regularidade, em que casos é aconselhável maior constância e o porquê encará-los como aliados na prevenção de doenças.

Villa-Lobos: A invenção da identidade nacional (parte 3)
Categorizado em OSESP PodCast
india-toba-por-marc-ferrez

India Tobá por Marc Ferrez

O Música na Cabeça, parceria da Osesp com o jornal O Estado de S. Paulo, disponibiliza aqui a terceira parte da palestra com Leopoldo Waizbort realizada no dia 14 de março na Sala São Paulo. O professor fala sobre a obra do compositor Villa-Lobos.

“… ele foi um compositor que soube explorar, face ao esgotamento da linguagem musical comum, texturas e massas sonoras, experimentando novas possibilidades no âmbito do sistema tonal: incorporando elementos da música popular urbana, tratou de testar, com muita propriedade, os limites das novas formas expressivas, lançando mão de estruturas mais flexíveis, mais maleáveis, mais permeáveis, mais rapsódicas, mais fragmentárias, mais imprevisíveis, mas não necessariamente inconsistentes. Sua obra explorou o simultâneo e o rapsódico, massas sonoras, timbres, imprevistos e sobreposições.”

Leia aqui na íntegra o ensaio “Villa-Lobos: A Invenção da Identidade Nacional” do professor Leopoldo Waizbort.

A Osesp lançou em CD a série completa das Bachianas Brasileiras e do Choros de Villa-Lobos. Confira discografia completa.

A importância da vacinação infantil
Categorizado em Pod Ter Saúde

Dra. Mônica LimaRecentemente o Ministério da Saúde anunciou mudanças no calendário de vacinação infantil. Entre as alterações, válidas a partir do segundo semestre, está na imunização contra a pólio, que passará a ter um esquema combinado entre a forma atual, em gotas, com a nova, injetável. Outra mudança é a inclusão da chamada vacina pentavalente, que vai reunir duas vacinas dadas hoje separadamente. Para abordar a importância da vacinação infantil, o Pod Ter Saúde traz a médica infectologista Dra. Mônica Mendonça Lima. A especialista do Hospital Emílio Ribas falar sobre as primeiras vacinas a serem administradas às crianças e o esquema correto de vacinação infantil.

Villa-Lobos: A invenção da identidade nacional (parte 2)
Categorizado em OSESP PodCast
o-curumim-da-regiao-de-mato-grosso-por-marc-ferrez

Foto: Curumim da região de Mato Grosso por Marc Ferrez

O Música na Cabeça, parceria da Osesp com o jornal O Estado de S. Paulo, disponibiliza aqui a segunda parte da palestra com Leopoldo Waizbort realizada no dia 14 de março na Sala São Paulo. O professor fala sobre a obra do compositor Villa-Lobos.

“Villa-Lobos vazou sua música em uma linguagem musical tradicionalmente compartilhada, baseada em um material musical dado pelo sistema temperado e por sua organização como sistema tonal. Na virada dos anos 1910 para os anos 1920, ele foi reconfigurando seu modo de compor, mobilizando para tanto um certo “imaginário do nacional”. Por outras palavras: utilizando uma articulação que havia se concretizado historicamente no século XIX europeu, Villa-Lobos assume a perspectiva de uma “música nacional”.”

Leia aqui na íntegra o ensaio “Villa-Lobos: A Invenção da Identidade Nacional” do professor Leopoldo Waizbort.

A Osesp lançou em CD a série completa das Bachianas Brasileiras e do Choros de Villa-Lobos. Confira discografia completa.

Villa-Lobos: A invenção da identidade nacional (parte 1)
Categorizado em OSESP PodCast
menino-indio-por-marc-ferrez

Foto: Menino Índio por Marc Ferrez

O Música na Cabeça, parceria da Osesp com o jornal O Estado de S. Paulo, disponibiliza aqui a primeira parte da palestra com Leopoldo Waizbort realizada no dia 14 de março na Sala São Paulo. O professor fala sobre a obra do compositor Villa-Lobos.

“… não é à nação brasileira que a música de Villa-Lobos dá corpo e forma de som, mas o contrário: sua música imaginou uma nação e a sonorizou – inclusive imaginando-a contraditória e complexa. Não é o Brasil que modela e cria essa música, e sim essa música que modela e cria o Brasil. Há uma dimensão ideológica e prática central na música de Villa-Lobos: um movimento complexo, pois o estado-nação pede uma cultura homogênea que o figure culturalmente e, assim, retroalimente sua existência política – instância e mecanismo de legitimação (simbólica) do estado-nação e do compositor nacional”.

Leia aqui na íntegra o ensaio “Villa-Lobos: A Invenção da Identidade Nacional” do professor Leopoldo Waizbort.

A Osesp lançou em CD a série completa das Bachianas Brasileiras e do Choros de Villa-Lobos. Confira discografia completa.

Sono e genética: qual a relação?
Categorizado em Pod Ter Saúde

Dr. Mario PedrazzoliHá em componente hereditário que explique a necessidade de algumas pessoas ficarem um pouco a mais na cama? Herdamos de nossos pais e predecessores um variante que pode explicar a necessidade de mais horas de descanso? A relação entre genética e sono é o tema central desta edição do Pod Ter Saúde que traz como convidado, o professor associado da USP, Dr. Mario Pedrazzoli. Especialista em genética do sono, ele comenta estudos sobre o tema, destaca os benefícios de se conhecer as influências genéticas no sono e ainda faz um alerta em relação à ciência: darmos um caráter reducionista à genética. Confira!

Redução de sódio em alimentos industrializados
Categorizado em Pod Ter Saúde

Dr. Hélio OsmoUm acordo entre o Ministério da Saúde e a indústria alimentícia prevê a redução gradual do teor de sódio em distintos produtos, de pães e bolos a salgadinhos, biscoitos e maioneses. A redução dos níveis de sódio se estende até 2014 ou 2016, dependendo do produto. Para falar sobre a medida e seu impacto benéfico sobre a população, o Pod Ter Saúde entrevista o médico cardiologista e nutrólogo, Dr. Hélio Osmo. Com pós-graduação em Nutrição Clínica pelo GANEP – Hospital Beneficência Portuguesa (SP), o especialista comenta sobre o uso do sódio na indústria de alimentos e alerta sobre o uso indiscriminado de sal, especialmente pelos pacientes obesos ou diabéticos, além daqueles que sofrem de hipertensão.

Temporada Osesp 2012
Categorizado em OSESP PodCast

A temporada de 2012 traz muitas novidades.

Marin Alsop como nova regente titular, o violoncelista Antonio Meneses como artista em residência, homenagem ao maestro Eleazar de Carvalho, encomendas a compositores brasileiros e transmissão ao vivo pela internet da abertura da temporada.

Saiba mais no vídeo com Arthur Nestrovski, diretor artístico da Osesp.

(aguarde alguns momentos para carregar)

Segurança do paciente no Centro Médico
Categorizado em Pod Ter Saúde

Dra. Sônia BatistaPese todos os avanços tecnológicos, assim como qualquer outra atividade, a Medicina também é território passível de erros humanos. Dados de estudos apontam que um a cada seis pacientes internados em hospitais é vítima de algum tipo de erro, e que na maioria dos casos, podem ser prevenidos. Com o objetivo de despertar a consciência profissional, a OMS – Organização Mundial da Saúde vem apoiando o desenvolvimento e a indução de boas práticas assistenciais. A segurança do paciente, especialmente nos Centros Médicos é o tema em destaque no Pod Ter Saúde com Sônia Batista, gerente de Enfermagem do Hospital TotalCor (SP). Membro da diretoria da SOBRAGEN – Sociedade Brasileira de Gerenciamento em Enfermagem, a especialista fala sobre procedimentos para que não ocorram erros e como pacientes podem auxiliar os profissionais da saúde na condução de seus tratamentos.