Contos mórbidos da propaganda
Categorizado em Casos da Propaganda

caixao.jpgPara encerrar mais uma série de casos, Waltely Longo e Mané Mauger contam duas histórias que vão do cômico ao trágico em poucos segundos. É para rir ou para chorar? Ouça e descubra a resposta.

5 comentários sobre “Contos mórbidos da propaganda”
  • Romulo disse:    ( 01.11.2007 às 19:19 )

    Se arrependimento matasse eu estaria morto…

    Que merda, é uma infelicidade saber que existem pessoas que não tem um mínimo de bom senso.

    Se for válido meu conselho, aos babacas que fizeram algo tao sem graça assim… Ponha a cabeça na privada e de discarga.

    Romulo (Pompeia - Sao Paulo)

  • Zelão disse:    ( 18.06.2007 às 18:58 )

    mane e waltely
    muito bom mesmo.
    só não gosta quem não viveu a propaganda na sua época gostosa, hoje é só business,business, business.
    tenho um causo especial vivido na época do plim plim , pra lá de engraçado..
    se puder , vcs deveriam contar.
    putabraço
    zelão

  • Marcelo disse:    ( 12.04.2007 às 23:04 )

    Que pena que alguém gaste espaço em um site para colocar algo tão sem graça.

  • Leila disse:    ( 28.11.2006 às 10:29 )

    Por que pararam de atualizar?

  • Ronilton disse:    ( 02.09.2006 às 0:12 )

    Muito engraçado as histórias. Se soubesse que elas eram tão engraçadas nem teria escutado, pois n paro de rir.rsrsrsr

Deixe um comentário