Arquivo da categoria: Som Pra Viagem

Novos nomes da música brasileira se apresentam aqui!

Papai Elefante – Romantismo pop e bem-humorado

capa_papai_elefanteEles começaram a tocar por pura diversão, mas depois de quatro anos se aprsentando onde houvesse espaço, os integrantes do Papai Elefante notaram que o caminho mais certo era divulgar seu trabalho autoral. O CD, que leva o nome da banda, é o resultado desta tomada de decisão. Com produção da própria banda e com distribuição pela Tratore, o disco traz letras românticas e bem-humoradas, uma mescla pop inspirada e algo melancólica; um repertório que esta rapaziada vinda de Bauru, já apresentou no Nokia Xpressbansd e no concurso Cena Musical Independente, por exemplo. Pra falar do disco e dos planos da banda, Beto Garcia (baixo e vocal), Eduardo Dubowski (bateria) e o baixista Samuca são os convidados do Som Pra Viagem.
Papai Elefante na net: www.myspace.com/papaielefante
Apresentação: Deborah Izola
Edição: Edu Barbosa

Carlos Navas – Uma voz de muitas tessituras

carlos-navasEle já havia dividido o palco com importantes intérpretes da MPB, como Alaíde Costa e Tetê Espíndola – e até trabalhado como agente e produtor de outros tantos nomes – quando Carlos Navas foi saudado pela crítica como uma das revelações da música brasileira. Porém foi escolhendo criteriosamente o repertório de seus shows, e também dos discos, que o artista paulistano conquistou definitivamente seu espaço. Cantor de timbre singular, e extensão incomum, Carlos Navas coleciona, em sua trajetória, sete trabalhos em disco. Neste bate-papo com Deborah Izola, o cantor fala particularmente de dois deles: “Quando o Samba Acabou”“Canções de Faz de Conta”, ambos lançados pela  Lua Music. Confira!
Carlos Navas na net: www.carlosnavas.com.br
Apresentação: Deborah Izola
Edição: Edu Barbosa

Marco Martinelli – Pouca Bagagem (Clipe)

Assista ao clipe da música “Pouca Bagagem” do músico e compositor Marco Martinelli que participou do Som pra Viagem e apresentou seu primeiro trabalho solo: Algo bom esta por vir…
Clipe: Pouca Bagagem
Direção: Alessandro Mikaelian
Realização: Encruzilhada Filmes

Marco Martinelli – Algo bom está por vir…

Marco Martinelli - Algo bom está por vir...O cantor, músico e compositor, Marco Martinelli, participou do podcast “Som pra Viagem” para apresentar seu primeiro disco solo: ALGO BOM ESTÁ POR VIR… Durante o bate-papo ele contou algumas histórias de sua carreira musical, detalhes da produção do disco e os “segredos” por de trás das composições presentes neste trabalho. “Música acalma minha alma. Não consigo fugir dela. Sou muito feliz por ter me tornado escravo de acordes, timbres… enfim da música. Tocar um instrumento e cantar me motiva a viver. Fiz esse disco com enorme prazer e considero esse o primeiro de uma série. Gravei com grandes amigos e músicos, o que tornou o processo ainda mais prazerozo.”
Gostou? Então acesse: www.myspace.com/marcomartinellimusic
Apresentação: Gustavo Giusti
Edição: Edu Barbosa

Verônica Ferriani – Paulista da gema

capa-veronica-ferrianiA cantora Verônica Ferriani acaba de lançar seu primeiro CD, disco que leva seu nome no título e que tem distribuição da Tratore. Produzido por BiD, em parceria com a própria cantora, o disco revela um repertório que prima pela qualidade e pela diversidade. Entre as canções estão: “Perder e Ganhar”, de Paulinho da Viola, “Um Sorriso nos Lábios”, de Gonzaguinha e as inéditas “Bem Feito” e “Na Volta da Ladeira”, de Rubens Nogueira e Paulo César Pinheiro. No Som Pra Viagem, a cantora Verônica Ferriani fala com sobre o processo de produção do álbum e também sobre momentos marcantes que vem colecionando ao longo dos cinco anos de carreira profissional.
Acesse: www.veronicaferriani.com.br
www.myspace.com/veronicaferriani
Apresentação: Deborah Izola
Edição: Edu Barbosa

Bruna Caram – Essa menina

Bruna Caram - Essa meninaRodeada de instrumentistas, cantores e compositores, nada mais natural que Bruna Caram seguisse a vocação familiar e apostasse em sua enorme paixão pela música. Pois, foi graças à influência da família – seus tios são os criadores do grupo Trovadores Urbanos – que Bruna começou a carreira aos nove anos de idade, como integrante dos Trovadores Mirins. Em 2006, aos 19 anos, a cantora lançou o CD “Essa Menina”, pela Dabliú Discos, no Brasil. O mesmo disco foi lançado no Japão, pela JVC, no ano seguinte. Tanto lá como aqui, a recepção foi calorosa. O disco com canções compostas por Otávio Toledo, em sua maioria com J C Costa Neto, é o ponto central do bate-papo da artista no “Som Pra Viagem”.
Site da artista: www.brunacaram.com.br
Bruna Caram no MySpace: www.myspace.com/brunacaram

Big Time Orchestra – Neoswing à brasileira

Releituras para sucessos de Elvis Presley, Ray Charles, Creedence, Rolling Stones, Jorge Ben Jor, Tim Maia e Chuck Berry, entre outros mestres. E mais: músicas autorais como “Clotilde” e “Só Amo Essa Mulher” além de bem-humoradas versões para canções como “Americano” (Brasileiro) e “Just a Gigolo” (Gigolô). Esta é a base do repertório da Big Time Orchestra. A banda curitibana, tida como a mais marcante representante brasileira do neoswing (estilo musical inspirado no som das big bands dos anos 30 e 40, com forte influência do rock), é a convidada do Som Pra Viagem. No bate-papo, seis dos doze integrantes da orquestra falam do primeiro CD e DVD, gravados Bourbon Street Music Club e que acabam de lançar.
Big Time na net:
www.bigtime.com.br
www.myspace.com/bigtimeorchestra
Apresentação: Deborah Izola
Edição: Edu Barbosa

Líris – Uma história simples assim…

O podcast Som pra Viagem abre espaço para os integrantes da Líris mostrarem seu primeiro albúm – que leva o mesmo nome da banda. As músicas trazem uma fusão de guitarras distorcidas com suaves melodias vocais e letras introspectivas. Ouça a entrevista com Guilherme (voz), Mike (bateria) e Peepo (guitarra) e conheça a história da banda, suas músicas, referências e muito mais.
Acesse: www.liris.com.br
Apresentação: Gustavo Giusti
Edição: Edu Barbosa

Cacau Brasil – Acordes Pro Mundo

Cacau Brasil – Acordes Pro MundoO quarto disco da carreira de Cacau Brasil, recém-lançado, retrata, com abrangência, uma boa parte da carreira dele até hoje. ‘Acordes Pro Mundo’ é também um DVD, e o primeiro registro ao vivo de Cacau, gravado no anfiteatro Dragão do Mar – em Fortaleza (cidade que o artista – mineiro – elegeu para morar há alguns anos, depois de passar a adolescência e de se formar na capital paulista). O show aconteceu em agosto de 2007 e teve vários artistas convidados. Alguns destes são amigos de longa data, como Flávio Venturini, que escreveu uma música em parceria com Cacau numa conversa descontraída em casa – e esta se tornou uma das três composições inéditas de ‘Acordes Pro Mundo’. Alceu Valença é outro amigo/músico que está nesta gravação, além dos senegaleses Alboury Dabo e Cherifo Sisokro, e do corpo de balé da Macedônia.
Acesse: www.cacaubrasil.net
Apresentação: Mirna Della Rosa
Edição: Edu Barbosa

Dona Inah – A dama do samba paulista

Dona Inah – A dama do samba paulistaSe Eduardo Gudin representa, como compositor, a alma do samba paulistano; este mesmo samba tem uma voz: a de Dona Inah. A cantora, no alto de seus 73 anos de idade – 50 deles dedicados à música, em especial ao samba – acaba de lançar um CD (o segundo da carreira), em que reúne músicas de Gudin. O disco “Olha Quem Chega” é independente, mas tem a distribuição da Dabliú Discos.  No “Som Pra Viagem”, o CD é o fio condutor da entrevista com Dona Inah. A artista fala sobre o processo de produção e gravação do disco, sua trajetória, o prêmio TIM que ganhou em 2005 e também os planos que incluem turnês pelo exterior.
Apresentação: Deborah Izola
Edição: Edu Barbosa