Construindo Uma Vida

podentrar14.jpgAlém de ser um dos mais importantes nomes da Publicidade do país, Roberto Justus está na telinha como o apresentador da bem-sucedida versão nacional de “O Aprendiz”. Recentemente, o publicitário decidiu encarar outro desafio: escrever um livro sobre sua vida como executivo. O resultado é “Construindo Uma Vida: Trajetória Profissional, Negócios e o Aprendiz”, publicação da Editora Larousse sobre a qual Justus conversa com as executivas que comandam o PodEntrar. No podcast da mulher contemporânea, o publicitário comenta, ainda, sobre o sucesso de seu programa na TV e de sua atuação como apresentador.

Educação e Negócios

eduardo_wurzmann.jpgA transferência de conhecimentos do mundo corporativo para o mundo educacional. O empresário de Educação Eduardo Wurzmann, da Veris Educacional – que engloba o IBTA (Instituto Brasileiro de Tecnologia Avançada) e o IBMEC – conversa com o psicólogo José Ernesto Bologna sobre o conceito de negócios na Educação. Em mais um programa da série “Seres Humanos de Negócios”, Wurzmann fala em que condições deve – e pode – acontecer essa transferência de saberes. O economista e educador comenta, também, o papel de tecnólogos e bacháreis, as mudanças nos conceitos de Educação e a efetividade de conhecimentos. Na entrevista concedida a José Ernesto Bologna, Eduardo Wurzmann aborda, ainda, temas polêmicos como o ritmo dos avanços e a presença estrangeira no sistema educacional brasileiro.

Sucesso

Papparazzi_1.gifO programa trata do SUCESSO, abrindo com uma reflexão de Voltaire: “Para ter sucesso neste mundo não basta ser estúpido, é preciso também ter boas maneiras”.
Bin Laden é um profissional bem sucedido? As bombas atômicas em Hiroxima e Nagasaki foram um sucesso? Hitler foi um sucesso? O gol com a mão do Maradona na Copa do Mundo foi um sucesso? Fernandinho Beira Mar é um sucesso ? É possível definir sucesso como a capacidade de levar a cabo com eficiência as ações a que você se propõe? Ou sucesso terá um significado mais profundo? A discussão sobre sucesso e fama, combinados com um comportamento ético, dá a tônica do programa, que apresenta um manifesto de Guilherme Arantes sobre a questão de “estar” ou “não estar” na mídia e o significado do sucesso para o artista. Uma música de Luiz Tatit (Felicidade) incorporada ao programa é imperdível! A trilha apresenta músicas de Sá, Rodrix e Guarabyra, Tonico e Tinoco, Guilherme Arantes com Paulo Leminski e a banda recifense Afonjah… é mole? Só no Café Brasil, não é mesmo? Com produção e apresentação de Luciano Pires.