Jethro Tull :: SNMFM 24

aqualung.jpgPara a felicidades de alguns e tristeza de Zé Luiz Tavares o programa “Se não me falha a memória” apresenta: Jethro Tull.

O grupo britânico formado em Blackpool no final dos anos 60 é identificado pelo estilo único da flauta de seu líder e vocalista Ian Anderson. Durante o programa você confere as faixas dos álbuns “Aqualung” (1971) e “Songs from the wood” (1977) selecionadas por Robsão.

No Duelo de Titãs a rainha das trevas Sônia Rocha entra na disputa com a música “Tributo aos Roqueiros” para provar novamente sua hegemonia incontestável.

36 opiniões sobre “Jethro Tull :: SNMFM 24”

  1. Hã agora gostei.
    Espero que voces façam o podcast com certa frequecia, pelo menos um por mês.
    Descobri esse podcast em novembro e ja ouvi todos.
    Ja sou fã de Sonia Rocha e Gisele Madoninha.

    Valeu e abraços

    Joao Jose

  2. Jethro Tull…. NÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO!!!!
    Velho, na boa, vocês são bons pra cacete, mas Jethro Tull é muito ruim cara… é da linhagem escocesa mesmo, tão ruim pra caralho quanto Nazareth! Da escócia só se salva mesmo o Mark Knopfler!
    Quando vai ser o programa dos Beatles ou do Queen? Banda boa galera!!
    eu já disse que Jethro Tull NÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃOOOOOOOOOO?
    abração amigos!

  3. O começo do programa fui uma Zona Parecia Feira que doideira !!! Essa Flauta Doce é Infernal ele deveria invocar o demo com ela. gostei do Programa muito bom parabens. Boas Festas Juninas para todos ate Agosto Agosto de Deus !!!!!

    Fabiano Cardoso
    Meier / Rio de Janeiro

  4. Jethro, um clááássico!!
    O cara que fala mal de Jethro é o mesmo que no programa anterior desconhecia Paranoid do Black Sabbath! Caralho, que moral ele tem de falar de Rock?!? Ele mal sabe o nome das músicas das bandas abordadas nos programas!
    O programa anterior teve como tema uma puta banda, Black S., e rendeu pouco mais de 4 min de informação útil, tinha tudo pra ser foda. Jethro tem, mesmo que mal, muito o que falar mas se limitaram as sacanagens e avacalhações vazias. As zoações são imprescindíveis no programa, mas ta virando bagunça. Ainda falou mal de locomotive breath, pqp… rs

  5. Concordo com o Pedro!
    Esse tal de Zé Luis só gosta de Emerson, Lake and Palmer e do Rick Wakeman… ele deve ser um ex-tecladista frustrado que nunca conseguiu emplacar em nenhuma banda.
    O Jethro Tull é clássico porra… sim existem algumas fases meio chatas… mas não estão nos álbuns abordados durante o SNMFM 24.
    E tem mais, os argumentos usados para denegrir o Ian Anderson não fazem o menor sentido.

    Sem mais

    Jimi

  6. Selecionei dois vídeos para provar que o Jethro Tull faz parte da história do rock…

    The Isle of Wight Festival is a music festival which takes place annually on the Isle of Wight, an island off the south coast of England. It was originally held from 1968 to 1970, the venues being Ford Farm (near Godshill), Wootton and Afton Down (near Freshwater) respectively. The 1970 event was by far the largest and most famous of these early festivals; indeed it was said at the time to be one of the largest human gatherings in the world. The most notable of over fifty performers were The Who, Jimi Hendrix, Miles Davis, The Doors, Ten Years After, Joni Mitchell, Melanie, Donovan, Free, Chicago, Richie Havens, John Sebastian, Leonard Cohen, Jethro Tull and Tiny Tim.

    Aqui tem o Jethro Tull no “Message to Love – The Isle of Wight Festival”

    http://www.youtube.com/watch?v=fj3F8mHks94

    Essa aqui é a participação do Jethro Tull no “The Rolling Stones – Rock and Roll Circus” (olhem quem esta tocando guitarra)

    http://www.youtube.com/watch?v=F6MsNjhNqDg

    Abraços

    Jimi

  7. galera, do mesmo jeito que tem que goste, tem quem num curte né… não se estressem por isso! se o jethro num fosse bom, num teria tanta gente pra falar mal, inclusive eu, que num gosto, mas respeito. fazer o que né? é dinossauro!

  8. Mas você, Daniel, deve ter argumentos melhores que “eles tomam chá de cogumelo e abraçam árvores”, certo?
    Uma coisa é você ter argumentos pra falar mal “embasado” no tema “rock”, outra coisa é falar mal sem critério nenhum. Os argumentos usados foram tão esdrúxulos quanto os argumentos de quem não entende nada de rock e quer falar mal, tipo “rock é barulheira e um bando de maluco batendo cabeça”. Típico de quem não tem a menor idéia do que é música.

  9. O Robsão tem um ótimo gosto musical e sabe o que fala… já o Sr. Zé Luis tenho minhas dúvidas…
    Pelo menos estão discutindo sobre o rock classic e não sobre Emo’s Core rsrsrsrsrsrsrs

    Valeu!!!

  10. Esse programa tava do caralho pessoal.
    Eu escutei duas vezes, foram tantas pérolas, “Senso de mau humor”, “pelados abraçando árvores”… entre muitas outras… esse programa foi muito bom, dá orgulho de mostrar pra mãe! hahaha

    Ducarleo…. quando é o próximo?

    Abraçus

  11. Faaaaaaaaaaaaaala Robsão !!!!
    Finalmente um programa da melhor banda de todos os tempos. Pena que eu não possa estar aí para participar do programa…heheheheheheheheheeheh. Dei muitas risadas com o Zé Luis, esse cara é uma figura. Ele sabe criticar o que não conhece com muita maestria. Não é a toa que gosta de Rita Lixo (Mick Jagger Cover) e ELP (música de fliperama). Aposto que deve adorar Beatles ( pagode inglês). Mas ele é muito engraçado.
    Meu velho, um grande abraço pra você.

    Silvão

  12. O outro ai embaixo quer Queen, ao invés do Jethro Tull.

    Companheiro. Senta no colinho da rainha pega uma xupeta e pede um cover do Queen.

    JJJEEEEETTTTTHHHHHHHHHRRRRRRROOOOOOOO TTTTTTTTUUUUUUUULLLLLLLLLLLLLLLLL!!!!!!!

  13. hehehehe
    tiagomcm deve ser um profundo conhecedor de rock!!
    com certeza já ouviu os primeiros discos do queen!
    deve ter ido no troca-troca pra trocar pelo do tuatha de dannan…
    jethro tull é música de anão de jardim pô… trilha sonora pra senhor dos anéis…
    manda rock n´roll!
    beatles, pagode inglês? tsc tsc
    esse sabe tudo de rock!

  14. Dicas para outros programas:
    – Triumph
    – Kansas
    – Gentle Giant

    OBS – Desde quando Beatles é rock ? tsc tsc tsc

  15. BOm Dia Amigos… quanto tempo… Cara que merda… de banda, Cade o Proximo programa.. e amigos.. o grupo esta muito bom… mais esta faltando uma estrela… desse programa.. cade o nosso amigo Olavoooo…!! abraço a todos… sucesso

  16. Entao … eu gosto muito de JT … mas acho que sou o unico por aqui … entao nao vou comprar briga ! eh eh eh eh … Falou !
    parabens pelo programa …

    ps.: na minha opiniao Mutantes é meio chatinho tambem !

    Abraços :DDD

  17. E ai pessoal,

    Primeiro parabéns pelos programas. Ouvi o do Tim Maia Racional e depois baixei todos os outros episódios. Show de bola! Robsão manda muito bem, com comentários extremamente bem embasados. O Zé é um caso a parte, que ajuda na condução do programa é dá um tom especial nesta mistura genial que vocês criaram. Parabéns!

  18. Essa banda é muito ruim! Ainda não tinha tido o desprazer de conhecê-la e depois de ouví-la neste programa quero passar a 10 km de distância no mínimo. Puta que pariu que som chato! Consegue ser pior do que algumas das péssimas bandas de axé que nascem aqui em Salvador. Abraços!

  19. Os apresentadores não sabem nada do Jethro Tull. O grupo teve várias fases. Porque não tocaram o Stand Up, que é bem bluseiro e roqueiro (nada progressivo) e representou muito bem o som de 1970… Vão xingar a mãe de vocês, caralho…

  20. …Vocês deviam ter tocado músicas do concerto do Jethro Tull no Carnegie Hall (NY), em 1970, ou então da apresentação da banda no “Woodstock” inglês… Quem não conhece a banda, pensa que ela sempre fez música para anão de jardim…

  21. Ian Anderson e Martin Barre, estão entre os melhores músicos de Rock até hoje. Quem fala mal é porque não deve conhecer música. Alguns álbuns são mesmo fracos, embora isso não desmereça a qualidade da banda e de seus músicos. Valeu terem citado Stand Up. This Was, Heavy Horses, Living in the Past entre outros…, foram realmente seus melhores trabalhos. Afinal, quantos gênios são lembrados apenas por suas obras primas. Se liga mané que fala mal…

  22. Eu curto J.TULL, mas adoo quando aparece uma opinião contrária… o que seria do amarelo se todos gostassem do vermelho?

    Agora, uma dica: Se é para ferrar com tudo, detonem a pior coisa do rock(?) que já pisou na Terra – – -Janis Joplin – – – Ô, vozinha de vaca prenha…

    Abraços.

  23. Bom, primeira vez que vejo este tópico… bom JT é disparado minha banda preferida… felizmente posso dizer que é minha banda preferida dentre as muitas que conheço. Também não só porque eu gosto muito de rock, mas porque eu gosto de musica em geral. Quem houve musica com restrições provavelmente não gosta de JT. O JT começou sua carreira com uma pegada bem blues, passou a sua fase mais progressiva no início da década de 70 seguido da sua fase mais folk no fim da da mesma década. Na década de 80 passou por um período de varias mudanças na banda e tendo nesta fase flertado com o eletrônico o que não gosto muito… No final da década de 80 e década de 90 trabalha com um rock mais básico. Para quem quer conhecer a banda (o que é sempre interessante antes de emitir q/q opnião) é interessante começar pelos discos da década de 70. Ou para aqueles que não gostam de musica “velha” pode ouvir o A little light music ao vivo de 1993 ou o Roots to Branches de 1995 … para quem gosta de música e não se restringe a rótulos…

  24. vai toma no cu filho da puta VAI ESCUTA FUNK SEU MERDA,LINHAGEM ESCOSSES É O CARALHO,É INGLES SEU FILHO DA PUTA,SITE DE MERDA

  25. ISSO AÍ!! vAI SE FUDÊ FUNKEIRO DO CARALHO!!
    Bota um desses seus disquinhos do zezé de camargo aí e não aparece mais por aqui pra encher o saco!

  26. Eu não conhecia o JT e apesar de TODA esculhambação que os caras fizeram, me interessei pelo som e estou baixando EXATAMENTE os dois álbuns que eles comentaram, digo, malharam, né? Ah, sei lá, os caras não tem obrigação de ser politicamente corretos, estão ali pra zoar mesmo, faltou foi um pouco de competência do carinha que colocou a banda na pauta, pra defendê-la… deixou os caras deitarem e rolarem… Mas o som é bem interessante, dentro de um contexto, o qual eles realmente encararam com preconceito.

  27. Lixo de PodCast! A pessoa que apresentou esse PodCast certamente não conhece Jethro Tull. E pelos comentários dos internautas, este não me pareceu ser um local para apresentar o Jethro.

  28. Parabéns por apresentar algo novo para rapaziada. Jethro Tull é simplesmente fantástico, um som inteligente e autêntico, como as excelentes bandas conhecidas como Brass Band, que fogem do trivial feijão com arroz apresentando música de quem entende de músicalidade. Baixei o vídeo de um concerto recente de Ian que não tenho como explicar sua beleza e sua arte.

    Para quem é fã dos caras, vejam o filme chamado “O âncora”, uma comédia tosca lançada a uns 4 anos atrás, onde numa parte o protagonista toca Aqualung num bar para sua namorada. Só essa parte compensa o filme…

  29. Pessoal do SNMFM gostaria de parabenizar pelo espaço e dedicação a bandas que hoje em dia já não recebem o mesmo foco da mídia especializada. Fico triste em saber que vocês disperdiçaram mais de 30 minutos para falar mau de uma banda do porte do Tull. Além da falta de conhecimento sobre o assunto, como os comentários sobre a flauta sendo que em um outro podcast vocês falaram bem do Camel (estranho). Nota-se uma falta de preparo para tecer comentários, seja eles quais for, de várias bandas. Náo custa nada fazer uma pesquiza no wiki, é bem melhor do que pacar mico em um pod, como se ele fosse ao vivo. Resumindo, apesar de respeitar e tentar entender o gosto dos amigos, acho que vocês poderia ter selecionado outra banda que gostem para divulga-la. Cast de muito mau gosto e cafona, se pelo menos vocês fossem OS CARAS do mundo do rock…

    Da próxima vez façam um pod do Gnidrolog…

  30. Jethro não é som pra qualquer pessoa limitada em música escutar!!! Se vc não gosta de Tull tem mais é que escutar essas musiquinhas retas mesmo!!! vá escutar Queem e beatles que vc não é digno de escutar uma banda tão boa quanto Jethro Tull!!!!!!!!

  31. O comentário de alguns “canditados à roqueiros” não pode ser considerado como opinião geral.

    Eu sou músico, toco na noite a 20 anos, convivo com roqueiros antigos e novos, e TODOS respeitam Jethro Tull pela sua importância e seu som.

    Esses comentários abaixo são sinais dos novos tempos. Lastimável.

    É preciso estudar e conhecer música para entender Jethro Tull, não é para qualquer um. Não existe nada igual no Rock.

    Ninguém aí comentou que o álbum “Crest Of a Knave”, ganhou o Grammy de melhor performance de Hard Rock/Metal em 1989, derrubando o And Justice For All do Metallica.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>